Na história tem umas expressões interessantes, como, por exemplo: “poderia ser pior”.

Fevereiro de 2017 foi um mês trágico para o Estado do Espírito Santo, com a eclosão da greve “promovida” pelas mulheres dos militares estaduais, que fecharam os portões das corporações.

Ao meio das inconsequências que surgiram, um fato importante causou espécie, o internamento do governador Paulo Hartung para ser operado da bexiga num hospital de São Paulo. Um fato insólito aconteceu pela coincidência da greve com seu internamento, levando-se em conta que, constitucionalmente falando, ele é o Comandante em Chefe da Polícia Militar, quem dá ordem ao comandante Geral  e, estranhamente, o comandante desapareceu…

Surgiu, então a figura do secretário de Segurança Pública, André Garcia para assumir as rédeas da segurança pública e, na condição de segundo comandante, se mostrou categoricamente contrário ao estado de greve e reagiu com invulgar coragem, surpreendendo a tropa que, no primeiro instante, fez uma parada e recuou, vindo então, aos poucos com suas exigências mais ou menos absurdas e, a primeira delas “ a cabeça do secretário de Segurança Pública¨. Nem mais, nem menos…

Reassumia, então as funções, burlando a licença dos seus médicos, o governador Paulo Hartung que, na sua primeira resposta aos grevistas, foi afirmar que o secretário André Garcia era de sua mais absoluta confiança e permaneceria no cargo e não atendia às reivindicações impostas pelos policias militares através de suas mulheres, estaria disposto a conversar depois que a tropa voltasse às ruas.

A cidade olha, meio estupefata 219 cadáveres. Pode até que sejam todos de marginais, mas eram mortos não se sabe lá por quem, porque as coisas eram bem feitas mas, salvou o Estado, o governador combalido por uma operação, com um ímpeto de quem está no comando, botou ordem na tropa que, aqui pra nós, “merecia sorte melhor”…

Temos por fim a figura do secretário André Garcia que nos traz à lembrança da velha história da  Guerra entre a Espanha e Estados Unidos, onde o soldado Rowan foi encarregado de levar a “Carta a Garcia”…

Com coragem e determinação, na ausência do comandante Hartung, André foi resoluto, decidido, honrou o cargo para que foi convidado para acertar o sistema policial do Estado.

Nunca na história do Brasil imaginamos chegar onde chegamos. Nunca na história do Espírito Santo tivemos um secretário de Segurança Pública tão competente, senhor absoluto de uma situação que, com  o apoio decisivo do Comandante Geral Paulo Hartung, mereceria apenas que as leis e a Justiça fossem razoavelmente mais decentes neste país, de autoridades  atrabiliárias, que fogem de suas responsabilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *