Foto: reprodução/Web
Foto: reprodução/Web

Por Paulo César Dutra

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo – TJES já aprovou a alteração do expediente em dias de jogos do Brasil. A Copa do Mundo de 2018 começa no próximo dia 14 de junho. Integrante do grupo E da competição, a seleção brasileira fará sua estreia no dia 17 de junho, um domingo, e tem jogos da fase de grupos marcados para os dias 22 (sexta-feira) e 27 (quarta-feira) de junho. Como é de costume, o Brasil inteiro acompanha os jogos da seleção no mundial. A Presidência do TJES informa que o expediente das unidades administrativas e judiciárias será nos seguintes horários, nos dias: 22 de junho de 2018: das 13 às 19h e 27 de junho de 2018: das 08 às 13h.

Capixaba é destaque em O Globo, como bom político

O colunista do jornal O Globo, Ascânio Seleme escreveu na sua coluna de domingo, dia 3, sobre o bom político e destacou um capixaba, que foi deputado federal por 15 dias. Ascânio escreve informando que o bom político existe, e está em todos os lugares, inclusive no Congresso Nacional. “Erram enormemente os que, por tolice ou falta de visão histórica, pregam intervenção militar no Brasil. De um modo geral são pessoas truculentas, de baixa escolaridade e má educação. Olham para o Congresso e só vêm políticos corruptos, miram o Planalto e enxergam tão somente escândalos. Misturam as duas leituras ligeiras do cenário político e não conseguem pensar em outra alternativa. Não conseguem ver um lado positivo. E ele existe, é sólido, vai jogar o Brasil no futuro e atende pelo nome de bom político”.

“O bom político está em todos os lugares, no Congresso, nos ministérios, no Palácio do Planalto, nas assembleias legislativas, nas câmaras municipais e nas sedes dos governos estaduais e municipais. Ele é correto, age sempre pensando no povo, no seu constituinte, no próximo. Tem ideologia, mas isso não o separa da razão nem o segrega. Ele pode pensar diferente de você, do caminho que você entende melhor para o Brasil, mas o seu objetivo é parecido com o seu. Quer que o país cresça, quer que a desigualdade diminua, quer saúde, educação e segurança para todos. E por isso ele luta”.

“João Cézar de Moraes (PPS-ES) foi deputado federal por 15 dias. Suplente assumiu o cargo entre 17 e 31 de janeiro de 1995. Em pleno verão, podia ficar em casa, receberia um mês de salário e não se falava mais nisso. Mas, não, o funcionário aposentado da Vale participou de todas as sessões, secretariou uma delas e apresentou dois projetos de leis. O primeiro criaria um número único de identidade no Brasil, e o outro padronizaria o número dos chassis de veículos automotores. No discurso de despedida, Moraes pediu “a redenção da malha ferroviária no Brasil”. (Coluna Ascânio Seleme – O Globo – 03.06.2018).

Rose a todo vapor

A senadora Rose de Freitas (Podemos) que é candidatíssima ao Governo do Estado! Como boa mineira, que trabalha em silêncio, tem só divulgado as ações dela nos 78 municípios, como boa madrinha dos prefeitos. E suas ações têm dado muito respaldo às suas visitas aos municípios. Rose tem bastante chance no páreo!

PCdoB vai de Fusca

O PCdoB já dá sinais de que pode abrir mão da pré-candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência da República. A legenda avalia apoiar outro nome, como o do presidenciável Ciro Gomes (PDT), e lançar Manuela ao governo do Rio Grande do Sul. O líder do PCdoB na Câmara, deputado Orlando Silva (SP), afirmou que o partido conversa e se identifica com Ciro, apesar de manter a pré-candidatura de Manuela, e que aceita reavaliar o quadro em plena campanha eleitoral se houver o risco de nenhum presidenciável de esquerda chegar ao segundo turno da eleição presidencial.

“Se, durante o curso da campanha eleitoral, ficar claro o risco de duas candidaturas conservadoras no segundo turno, inevitavelmente a esquerda vai ser obrigada a avaliar a revisão da tática e eventualmente se concentrar em turno de um nome”, disse Orlando Silva, em coletiva de imprensa na capital paulista. “Se houver o risco, seria insano se a esquerda não examinasse a hipótese de construção de uma unidade.”

Meirelles não é II

O titular da Fazenda do presidente Michel Temer até abril, o agora ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) quer “tirar o rótulo” de candidato do governo e do mercado à Presidência da República. Em entrevista ao Estadão/Broadcast, ele disse que sua candidatura não “representa especificamente” o governo Temer e, sim, seu currículo pessoal e sua atuação na iniciativa privada e no setor público.

Comissão de Educação

Em agenda prevista para as 12 horas de amanhã, terça-feira (5), a Comissão de Educação recebe o presidente da União dos Estudantes Secundaristas do Espírito Santo (Ueses), Luiz Felipe Guilherme Costam, para discutir o tema “transporte escolar”.

Tribuna Popular

A política cultural no Estado será tema de discurso do presidente da Associação Canela Verde Cultura, José Pedro Loureiro, na Tribuna Popular de junho da Assembléia Legislativa do Espírito Santo – ALES. Loureiro é convidado do deputado Padre Honório (PT). Já para apresentar a recém-criada Academia Cariaciquense de Letras, a tribuna recebe a diretora adjunta de Comunicação da entidade, Kátia Fialho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *