Por Paulo Cesar Dutra

O Brasil tem a difícil missão de qualificar 13 milhões de profissionais até 2020, sob o risco de ter a retomada do crescimento da economia freada por falta de mão-de-obra qualificada. Os números são do Mapa da Industrial 2017-2020, elaborado pelo Senai.

A região Sudeste do país, por exemplo, vai precisar preparar mais de um milhão de técnicos profissionais para atenderem as indústrias locais.Os estados da região Sul, 350 mil; do Centro-Oeste, 106 mil; do Norte do país, 82 mil; e do Nordeste, 247 mil profissionais técnicos. Para o senador Armando Monteiro, líder do PTB no Senado, o aumento da produtividade das indústrias nacionais é essencial para a retomada do crescimento da economia. Ele explica que o mercado internacional está, cada vez mais, exigente e para o Brasil obter resultados positivos terá de investir na inovação industrial. “A indústria brasileira está desafiada a obter ganhos de produtividade. E o caminho para obtenção de ganhos de produtividade é a capacidade de inovar mais crescentemente, inovar processos, inovar produtos. Sem isso, a indústria brasileira não poderá suportar essa pressão competitiva em escala global”, conta ele.

Para o aumento da produção, do desenvolvimento de novas tecnologias e melhores produtos, a indústria nacional precisa, prioritariamente, contar com profissionais qualificados. O problema é que cerca de 61% das empresas brasileiras têm dificuldades de encontrar no mercado profissionais técnicos capacitados para o preenchimento de vagas, de acordo com a pesquisa Escassez de Talentos, publicada em 2015.

Para a coordenadora de Educação do Sesi DF, Claudia Rocha, mesmo em período de altas taxas de desemprego, há no mercado nacional vagas abertas para o profissional técnico. Ela lembra que o curso técnico profissional pode proporcionar ao estudante do Ensino Médio boas oportunidades de emprego, com salários elevados. “A indústria abre, às vezes, muitas vagas de emprego só que quando a pessoa vai para uma entrevista chega lá e ela não tem a qualificação necessária que a indústria precisa. Então, o curso profissionalizante vai ajudá-lo de tudo quanto é forma, você pode ter certeza, na questão da maturidade, na questão do empreendedorismo, na questão do mundo do trabalho, dele já sair com uma referência, com uma qualificação. Na indústria você tem várias carreiras, que você pode seguir, ser muito bem remunerado e ter um futuro brilhante.”

De acordo com estudo encomendado pelo Senai, profissionais técnicos ganham salários até 18% mais, quando comparados com profissionais formados no ensino regular. As áreas que mais vão precisar de mão-de-obra qualificada nos próximos quatros anos são Meio Ambiente e Produção e Metalmecânica.(Com informações da Agência do Rádio Mais).

Criação de programa nacional de resíduos sólidos
A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) apresentou Projeto de Lei do Senado (PLS) 328/2017 que propõe a criação de um programa nacional de resíduos sólidos. O intuito é ampliar o processo de reciclagem desses resíduos e, consequentemente, possibilitar a melhoria econômica de famílias que dependem da coleta, o desenvolvimento das empresas do setor e a diminuição da quantidade de resíduos destinados a lixões e aterros.

A ideia é que esse programa seja formulado durante a elaboração do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, previsto na Lei 12.305, de 2 de agosto de 2010. O PLS de Rose está sob a relatoria do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), na Comissão de Meio Ambiente, onde caberá decisão terminativa – sem a necessidade de ir a plenário. Rose disse que “um dos maiores problemas ambientais do Brasil é o não aproveitamento dos resíduos sólidos”.

Rose destaca ainda que de 400 mil a 600 mil pessoas têm como atividade principal a coleta desses materiais, “muitas vezes trabalhando em situação precária, a despeito do enorme benefício que prestam à sociedade ao recolherem recicláveis”.  “Portanto, entendemos que um programa nacional será fundamental para alavancar o aproveitamento dos resíduos sólidos passíveis de reciclagem”, finaliza.

Detran é condenado pelo TJES
A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) manteve, à unanimidade dos votos, sentença de primeiro grau que condenou o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) a indenizar em R$ 5 mil um motorista de uma van escolar que teve o seu veículo apreendido de forma irregular em Vila Velha. De acordo com os autos, em 2014, na Rodovia Carlos Lindenberg, o autor do processo foi abordado pela polícia e teve sua CNH e o veículo apreendidos sob a acusação de estar com a habilitação suspensa em razão de um impedimento ocorrido em 07/10/2011.

Entretanto, o requerente apresentou ao agente fiscalizador os documentos expedidos pelo DETRAN, relativos à regularidade do veículo e da CNH. Ainda segundo o processo, o motorista alegou que o veículo estava lotado de estudantes que precisavam chegar às suas escolas a tempo para as aulas. Para a relatora do processo, Desembargadora Eliana Junqueira Munhós Ferreira, as provas do processo mostram que o fato “extrapola a ideia de mero aborrecimento e, caracteriza dano moral indenizável, visto que o autor teve a CNH e o veículo, apreendidos por engano”.

Anuidade da OAB-ES é congelada
Os advogados inscritos na Ordem dos Advogados do Espírito Santo – OAB-ES não terão reajuste no valor da anuidade em 2018. O congelamento foi aprovado pelo Conselho Pleno da Ordem. A informação foi do próprio presidente da OAB-ES, Homero Mafra.

Fatiamento
O ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Edson Fachin determinou o desmembramento dos autos dos Inquéritos  4.327 e 4.483, que envolvem o presidente da República, Michel Temer, para que seja processada em primeira instância denúncia sobre a suposta atuação de empresários e políticos em crimes de organização criminosa e obstrução à investigação de organização criminosa. A decisão autoriza o prosseguimento do feito contra os demais denunciados, depois que a Câmara dos Deputados negou autorização para a instauração de processo penal contra o presidente da República e ministros de Estado.

Ação coletiva
A Petrobras informou na última segunda-feira (6) que a Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito, nos Estados Unidos, deferiu pedido da companhia para suspensão de processo movido em Nova York por investidores que alegaram prejuízos com a onda de corrupção na estatal, após deflagração da Operação Lava Jato. A Petrobras informa ainda que “seguirá adotando as medidas necessárias à defesa dos seus interesses”.

Congresso de Promotores de Eventos
O IIº Congresso Brasileiro dos Promotores de Eventos, de todo o país, que será realizado nos dias 21 e 22 deste mês em Belo Horizonte. O evento conta com as presenças confirmadas do Ministro de Estado da Cultura, Sergio Sá Leitão, Chico Pelúcio, do Grupo Galpão, Gustavo Sirotsky, do festival Planeta Atlântida de Porto Alegre, Ricardo Stodiek, Presidente da Oktoberfest de Blumenau/SC e outros importantes nomes do setor; além de fomentar negócios, evento debaterá importantes assuntos, como meia entrada, patrocínios, ECAD e outras discussões. Mais informações ao público: 31 97305-5375 . As Inscrições podem ser feitas pelo site www.abrape.art.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *