A melhora da percepção de risco no mercado internacional levou o investidor estrangeiro a buscar oportunidades de ganhos no mercado acionário do Brasil, onde o cenário eleitoral também se mostrou mais ameno. O Índice Bovespa terminou esta sexta-feira, 21, em alta de 1,70%, aos 79.444,29, maior pontuação desde 8 de agosto. No acumulado da semana, o índice contabilizou ganho de 5,32%, o maior desde a segunda semana de abril de 2016 (+5,84%). Os negócios somaram R$ 13 bilhões no dia, bem acima da média de setembro, de R$ 9,1 bilhões.

“A alta de hoje foi uma recuperação de exageros recentes, que foi mais baseada nos ventos favoráveis vindos lá de fora do que em fatores internos. Com a menor tensão em torno da questão comercial entre Estados Unidos e China, houve redução da volatilidade no exterior e os investidores encontraram a bolsa brasileira barata”, disse Eduardo Guimarães, especialista em ações da Levante Ideias de Investimento.

O cenário eleitoral também teve influência significativa nos negócios. Em meio à profusão de pesquisas e sondagens eleitorais divulgadas diariamente, os mercados voltaram a reagir positivamente a especulações em torno do deputado Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República. Na máxima atingida no dia, o Ibovespa atingiu aos 80.001,60 pontos (+2,41%), em repercussão a um vídeo em que Bolsonaro afirma que deve ter alta até o final do mês.

O economista-chefe da Nova Futura, Pedro Paulo Silveira, chama a atenção para o fato de o Ibovespa ter subido mais de 4.500 pontos desde o dia 13, fator que ele atribui ao cenário internacional, mas também à consolidação de Jair Bolsonaro na primeira colocação, com quem o mercado passou a viver recentemente uma “lua de mel”.

“Ainda que esse movimento se deva muito aos recordes incessantes dos índices acionários globais, ele indica que a liderança de Bolsonaro é vista com otimismo. As ações de setores mais sensíveis ao ciclo econômico doméstico e às medidas de política econômicas subiram forte, após um longo período de declínio”, afirma.

As altas do Ibovespa foram pulverizadas entre ações de todos os setores econômicos representados na bolsa. Pesaram mais as oscilações de Vale ON (+2,85%), Petrobras PN (+1,36%) e Banco do Brasil ON (+3,66%). Ações do setor varejista também mostraram desempenho superior à média do mercado, conforme citou Silveira. O Iconsumo, índice da B3 que agrega somente ações dos segmentos de consumo e varejo, terminou o dia com alta de 1,90%.

Paula Dias
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *