Ryan Hunter-Reay conquistou neste domingo a sua primeira vitória na Fórmula Indy desde 2015. O piloto norte-americano encerrou este longo de jejum ao triunfar na segunda prova da etapa de Detroit da categoria norte-americana, que é disputada em sistema de rodada dupla e teve a sua primeira corrida no último sábado.

O competidor da equipe Andretti encerrou uma sequência de 42 etapas sem vitórias depois de ter largado da décima posição do grid. E ele cruzou a linha de chegada com 11s354 de vantagem para o australiano Will Power, que ficou em segundo lugar pela Penske.

A última vitória de Hunter-Reay na Indy havia acontecido em agosto de 2015, quando faturou a etapa de Pocono. O norte-americano liderou apenas 18 das 70 voltas desta segunda corrida do final de semana em Detroit e acabou sendo beneficiado por um erro do seu compatriota e companheiro de equipe, Alexander Rossi, que havia largado da pole e deixou o seu carro escapar na curva 3 do circuito quando liderava a prova, a sete voltas para o fim.

A partir daí, Hunter-Reay seguiu tranquilo até a vitória, seguido de longe por Will Power. O pódio da prova foi completado pelo inglês Ed Jones, da Chip Ganassi, que terminou 13s229 atrás do líder.

O neozelandês Scott Dixon, que no último sábado venceu a primeira corrida desta rodada dupla em Detroit e obteve a sua 42ª vitória na carreira, terminou em quarto lugar neste domingo. No dia anterior, ele fez história ao se igualar a Michael Andretti como terceiro maior vencedor da história da Indy. Agora, ele só está atrás do recordista AJ Foyt, que subiu por 67 vezes ao topo do pódio, e de Mario Andretti (52).

Já Rossi, que deixou a vitória escapar no fim, fechou a prova deste domingo apenas em 12º e acabou saindo da liderança do campeonato, no qual é o terceiro colocado, com 298 pontos. O posto de líder passou a ser ocupado por Will Power, com 309 pontos, e o novo vice-líder é Dixon, com 304.

Entre os brasileiros, destaque para Tony Kanaan, que havia sido o 14º colocado na prova de sábado e neste domingo conquistou o sétimo lugar pela equipe Foyt. O seu compatriota e companheiro de equipe, Matheus Leist, foi apenas o 14º, um dia depois de ter aberto o final de semana com um 15º lugar.

O norte-americano Graham Rahal, da RLL, e o canadense Robert Wickens, da Schmidt Peterson, terminaram a corrida deste domingo logo à frente de Kanaan, respectivamente na quinta e sexta posições. Atrás do brasileiro, Charlie Kimball (Carlin), Marco Andretti (Andretti) e o francês Simon Pagenaud (Penske) completaram, nesta ordem, o grupo dos dez primeiros colocados.

A etapa seguinte do campeonato da Fórmula Indy será realizada em Fort Worth, no Texas, já no próximo sábado.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *