lavar-maos-ilustracaoLavar as mãos ao sair do banheiro, antes de manipular alimentos ou mesmo para cumprimentar alguém deveria ser uma prática comum. Muitas doenças são transmitidas por meio do contato das mãos contaminadas entre as pessoas, colaborando para a proliferação de germes e bactérias perigosos para a saúde.

Para reforçar a importância da higienização das mãos no combate às doenças, voluntários da Unimed Vitória, além de médicos e enfermeiros, estarão nos principais terminais da Grande Vitória para alertar a população sobre o problema. A ação, que acontecerá nesta sexta-feira (04), ocorre no mês instituído pela OMS e Ministério da Saúde para lembrar as pessoas sobre a importância do controle das infecções hospitalares, e na véspera do Dia Nacional de Higienização das Mãos, comemorado neste sábado, 5 de maio.

Terminais de ônibus

Durante a ação, serão entregues aos passageiros álcool em gel e folhetos explicativos. As intervenções acontecerão nos Terminais de Vila Velha e de Laranjeiras. Em Vila Velha, a ação será das 6h30 às 9h30 da manhã. Já em Laranjeiras, será das 11 às 14h.

Os voluntários estarão travestidos de heróis: a Mulher Água, o Capitão Sabão e o Megálcool, os super-heróis da Liga da Mão Limpa! Eles também devem, ao longo do ano, visitar as escolas de ensino infantil e fundamental promovendo um trabalho de conscientização sobre o tema de forma lúdica e atrativa ao universo infantil. A ideia é tornar os estudantes multiplicadores desse conceito, que uma mão limpa salva vidas.

Hospitais

Se o simples, mas essencial, hábito de lavar as mãos é capaz de te proteger de doenças perigosas e até letais, em unidades hospitalares o hábito é ainda mais precioso. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), milhões de infecções poderiam ser evitadas se os profissionais de saúde, pacientes e seus familiares higienizassem as mãos com álcool em gel ou água e sabão antes e depois de tocar uma pessoa doente e em materiais que estão próximos a eles.

Por isso, a campanha também estará presente nas unidades do Complexo Integrado de Atenção à Saúde (Cias) da Unimed Vitória. Nesses locais, são estabelecidos protocolos de atendimento, normas e rotinas, minimizando ao máximo os riscos de infecções. Todos os profissionais das unidades hospitalares são constantemente alertados sobre a importância da higienização correta das mãos e da utilização de luvas, máscaras, avental e outros equipamentos de barreira que protegem do contato direto com pacientes ou ambientes que possam estar infectados, colonizados ou contaminados.

Esse trabalho, que é constante, vem gerando bons resultados e os indicadores estão sempre em conformidade com o esperado para hospitais com o mesmo nível de complexidade na América Latina, Europa e EUA.

Doenças que podem ser evitadas lavando as mãos – Segundo a UNICEF e a OMS, é possível reduzir em até 40% a incidência de infecções, como a infecção intestinal, com o simples ato de lavar as mãos. Conheça as mais comuns:

1.Infecções hospitalares
2.Infecção respiratória
3.Infecção intestinal
4.Gripes
5.Resfriado
6.Doenças de pele e/ou erupções na pele
7.Hepatite A
8.Conjuntivite
9.Candidíase
10.Varicela (catapora)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *