A estomatite aftosa, ou simplesmente aftas, são inflamações na região da mucosa oral, que atinge grande parte da população brasileira. As inflamações costumam atrapalhar atividades simples do dia a dia como comer, falar ou beijar, pois são dolorosas e causam desconforto. De acordo com a dentista Catarina Riva, vários fatores são causadores das úlceras bucais, desde a higiene bucal à hereditariedade.

“Uma das principais causas da estomatite aftosa recorrente está relacionada a vários problemas dentários causados por uma higienização bucal incorreta. Por desconhecimento ou descuido, essa má higienização gera ambientes propícios à proliferação de bactérias, que assim, destroem parte do tecido normal causando as feridas”, reforça a especialista.

De acordo com a dentista, outro desencadeador das aftas é a hereditariedade. Algumas pessoas apresentarem uma mucosa oral com menor proteção, desencadeando a inflamação desse tecido. O alto nível de estresse também é um dos fatores que ocasionam as escoriações. Pois, com a baixa imunidade, o sistema imunológico falha e as defesas diminuem.

A ingestão de alimentos ácidos e a deficiência de substâncias como vitamina B12 e ácido fólico, também é são fatores que podem desencadear as aftas.

Catarina reforça sobre a importância de buscar orientação médica caso a inflamação não desapareça. “As aftas geralmente curam em até duas semanas. Caso a inflamação persista é necessário buscar orientação de um especialista”, finaliza a dentista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *