Com a saída de secretários que vão concorrer às eleições de outubro, em Vitória, três novos nomes foram anunciados e começaram a trabalhar. No Desenvolvimento Urbano saiu Lenise Loureiro (PPS) para tentar representar o Estado na Câmara dos Deputados, em Brasília. em seu lugar assume Henrique Valentim Martins da Silva como novo secretário. Ele ocupava o cargo de subsecretário de Receita da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfa).

“Daremos continuidade aos importantes projetos da secretaria, como a finalização da revisão do Plano Diretor Urbano (PDU), implantação dos novos abrigos de ônibus e do sistema de licenciamento virtual de empresas com a eliminação dos processos em papel. Os desafios são grandes, mas seguiremos firmes com foco em resultados expressivos para a cidade”.

Assume a Seges, em substituição a Fabrício Gandini, Vander Borges dos Santos, que era assessor técnico da secretaria. “Temos um Plano de Metas, que foi construído a partir das demandas da população e das secretarias, e agora temos que monitorá-lo e fazer com que as coisas aconteçam da forma como foi planejado. É uma responsabilidade enorme estar à frente de uma secretaria que conduz os investimentos e recursos. Temos um financiamento aprovado, o Finisa, e outro com provável e próxima liberação, o BID. Tenho certeza que avanços acontecerão nos próximos meses. Além disso, vamos dar continuidade ao processo de desburocratização dos serviços públicos. Nosso objetivo será agilizar os serviços tanto para os servidores quanto para os munícipes”.

Já a aída de Wallace Valente, a Semesp passa a ser comandada por Waguinho Ito, que já foi vice-prefeito de Vitória e também secretário municipal de Assistência Social. “Estou assumindo a Semesp com a intenção de somar e dar continuidade a todo bom trabalho que o Wallace estava fazendo. Com minha experiência como vice-prefeito, secretário de Assistência Social e vereador, espero contribuir para o desenvolvimento esportivo da nossa capital. Os munícipes e lideranças podem ter certeza que não faltarão empenho, diálogo e cooperação”, finalizou Ito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *