marcha3
Foto: Bárbara Caldeiras

Acontece na tarde desta terça-feira (20) a 11º Marcha Estadual Contra o Extermínio da Juventude Negra, no Centro de Vitória. A caminhada iniciou por volta das 15 horas, e chegou ao Palácio Anchieta ás 16h07. Deixando o trânsito engarrafado na Jerônimo Monteiro, com apenas uma faixa fluindo no sentido Centro.

A Guarda Municipal está presente no local para acompanhar a caminhada, que reúne muitos estudantes das escolas, principalmente de Vitória.

Leia também: Dia Nacional da Consciência Negra: uma data mais que simbólica

Organizada pelo Fórum Estadual de Juventude Negra do Espírito Santo (FEJUNES), o grupo, que espera um público presente de aproximadamente 1500 pessoas, saíra da Casa Porto e seguirá em caminhada até o Museu Capixaba do Negro (Mucane). Lá haverá apresentações culturais, música e grafitagem.

Em sua 11° edição, esta é a primeira vez que acontecem apresentações culturais ao fim da caminhada. Segundo a coordenadora do Fejunes, Crislayne Zeferina, essa é uma forma de representação do corpo negro em movimento.

“Quando nossos ancestrais iam se manifestar depois de levar tantas chibatadas, eles se alegravam e estavam juntos tentando resistir. Nós vemos essas apresentações culturais como forma de se juntar de uma maneira bem afetuosa para resistir, porque a gente sabe que nessa conjuntura política, nós vamos ter que ser fortes durante quatro anos”.

O grupo relata que uma das maiores dificuldades na organização do evento foi a prova do Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo, o Paebes Tri, destinado a todas as escolas públicas e algumas particulares do Estado, que neste ano está acontecendo no mesmo dia e horário da marcha.

Segundo Crislyne, o grupo tentou contato com a Secretaria da Educação  (Sedu) para alterar a data da avaliação a fim de garantir a presença das escolas no movimento, porém, não alcançou sucesso.

A reportagem tentou contato com a SEDU, mas até a publicação da matéria, não obtivemos resposta.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *