Cidade de Vila VelhaApós a publicação do decreto que passa a gestão dos 32 km praias de Vila Velha ao próprio município, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade de Vila Velha (SEMDU) informou que um plano de ação será elaborado no período de três meses, com a colaboração dos moradores e banhistas, para definição sobre quiosques, bares e restaurantes, que incluem Praia da Costa, Itapuã, Itaparica, Barra do Jucu, Ponta da Fruta, Prainha, entre outras.

Segundo a secretaria, essa colaboração vai definir o que se quer em relação as praias. Informou ainda que a decisão pela gestão foi do próprio município. O objetivo principal é aumentar o fluxo de turismo, regulamentar a pratica de esportes e a preservação ambiental das praias.

A decisão também cede ao município de Vila Velha o licenciamento e fiscalização de atividades econômicas; realização de obras, além de ceder espaço para realização de eventos na orla. Segundo a SEMDU, cada caso será analisado e ainda não há nada solicitado. Toda receita arrecadada dessas atividades será do município, mas eles ainda não estimam um valor.

“Vila Velha tem que buscar novas vocações para aumentar a sua receita, aumentar o emprego e aumentar a renda. Vamos perder competitividade na área portuária com a migração dessa atividade para o Norte do ES, especialmente em Aracruz, com os vários investimentos que estão acontecendo e certamente o turismo será esta nova variável”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Antônio Marcus Machado.

Antes de responsabilidade da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), o decreto publicado no último dia 25 estabelece que a administração é do poder municipal pelos próximos 20 anos.

Vitória

Vitória foi o primeiro município a aderir a gestão das praias. O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, por meio da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), publicou a decisão no Diário Oficial da União do último dia 17, que concede a administração a ratificação do termo de adesão que concede ao poder municipal a administração pelos próximos 20 anos. A exploração econômica de quiosques, bares e restaurantes também serão geridos pelo município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *