FeriadoO ano de 2018 promete ser da recuperação econômica efetiva para os empresários da cadeia do turismo capixaba. A quantidade de feriados – a exemplo do que aconteceu no ano de 2017 – vai ajudar, e muito, essa retomada. Somado a isso, a maior movimentação prevista nas datas festivas vai poder ser suprida de forma mais eficiente, de acordo com os empresários, a partir da contratação de mão de obra intermitente, possibilitada a partir da aprovação da reforma trabalhista em 2017.

Empresário da rede hoteleira e presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis no Espírito Santo (ABIH-ES), Gustavo Guimarães afirma que seu empreendimento, localizado em Guarapari, já está com 90% das vagas reservadas para a Semana Santa, que vai de 29 de março a 1º de abril. Ele prevê que a maioria dos hotéis das regiões turísticas capixabas siga essa mesma tendência. Como consequência, a contratação da mão de obra intermitente tende a ser uma constante nesses estabelecimentos.

“Temos uma expectativa boa no aumento da taxa de ocupação, que gera novas ações quando se concretiza. Estamos partindo na Semana Santa com 80%, 90% de ocupação. No meu caso, a expectativa é de ocupação em torno de 90% a 95% e devo aumentar meus funcionários em torno de 10% a 12%, porque estou com a Semana Santa muito boa”, afirma Guimarães, e diz que a reforma trabalhista possibilitou a contratação mais segura para o aumento da demanda nos feriados.

“A legislação trouxe uma perspectiva de aumento da oferta de emprego. No ano passado, com a crise econômica, a queda de ocupação e com a defasagem das diárias médias, vários hotéis fizeram demissões, até de forma acentuada. Porém, como regulamentação da nova legislação trabalhista isso veio a facilitar contratação em toda a cadeira hoteleira”, declarou o presidente da ABIH-ES.

garcomEmpregos
No setor de bares e restaurantes do Espírito Santo, a expectativa é que o ano de 2018 tenha um incremento de 20% a mais de empregos, de acordo com o presidente do Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares-ES) e da Abrasel (seccional capixaba da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Rodrigo Vervloet.  De acordo com ele, essa alta é possibilitada também pela reforma trabalhista.

“O empresariado acredita que os feriados, dentro do novo cenário econômico que começa a ser desenhado no país, vão contribuir para melhorar o faturamento dos setores de alimentação fora do lar e de entretenimento, gerando mais trabalho e renda e, consequentemente, contribuindo para o aquecimento da economia em geral Com as novas formas de contratação trazidos pela reforma trabalhista, o setor espera gerar mais empregos, um aumento em torno de 20%”, explica Vervloet.

parque-aquatico-guarapariDiárias até 60% abaixo do normal
De acordo com o presidente da ABIH-ES, Gustavo Guimarães, devido à baixa da procura nos últimos anos, alguns hotéis praticaram preços de diária até 60% abaixo do que era cobrado no ano de 2013, antes do início da crise econômica brasileira. E, apesar do acréscimo nas taxas de ocupação observado durante o verão capixaba, as diárias continuam defasadas.

“Tínhamos hotéis trabalhando com 50%, 60% abaixo do normal. Diárias que custavam R$ 280 a R$ 360, passando a R$ 160, R$ 230. Mas neste verão, tivemos uma expectativa muito boa e se concretizou. A ocupação ficou de 15% a 20% acima dos anos anteriores. Temos que lutar por uma ocupação maior para compensar o baixo valor das diárias, sobretudo nos hotéis de Vitória. Em função dessa defasagem nas diárias a rentabilidade continua abaixo do esperado. Essa queda é prejudicial porque a maioria dos custos dos hotéis, sobretudo os mais pesados, manutenção, são constantes”, explicou Vervloet.

Apesar de um número maior de dias “enforcados” no ano de 2017, as expectativas de ganhos são maiores para 2018. “Em 2017 tivemos até um número maior de feriados, mas estávamos no fundo do poço em termos de crise. Mas 2018, como já existe essa reação, demonstrada no verão, temos expectativas de resultado um melhor. Tem hotel que já está com ocupação boa até para o feriado de 7 de setembro”, comemora.

Expectativa para o novo Centro de Convenções
A grande expectativa para o setor de eventos capixaba é a construção e inauguração do Centro de Convenções de Carapina e do Centro de Eventos de Vitória, com previsão de ser erguido no sítio aeroportuário de Vitória. De acordo com Alfonso Silva, presidente do Sindiprom-ES, 2018 marcará a retomada do setor.

“Com este novo equipamento teremos condições de dar continuidade nos eventos existentes e ainda nos credenciarmos para captação de novos eventos itinerantes no Brasil, inserindo definitivamente o Espírito Santo no roteiro de grandes eventos”, afirma o presidente. Alfonso Silva também citou alguns eventos este ano no qual a contratação de temporários deve acontecer: “Alguns eventos que conseguem aumentar a contratação de temporários são: Vitória Stone Fair, Mecshow, Festival De Jazz e Bossa de Santa Teresa, Artesanto, Beauty Fashion Fair, Autotech, Expovinhos, Acaps, Feira do Mármore de Cachoeiro, festivais de gastronomia, shows, etc.”.

O presidente do Sindbares-ES, Rodrigo Vervloet, afirma que o setor espera os turistas oferecendo o melhor serviço, apesar da retomada ainda tímida.

FERIADOS NO ES EM 2018:
29/03 a 01/04 (quinta-feira a domingo) – Semana Santa
09/04 (segunda-feira) – Nossa Senhora da Penha
01/05 (terça-feira) – Dia do Trabalhador
23/05 (quarta-feira) – Colonização do Solo Espírito-santense
31/05 a 03/06 (quinta-feira a domingo) – Corpus Christi
07/09 (sexta-feira) – Independência
12/10 (sexta-feira) – Nossa Senhora de Aparecida
02/11 (sexta-feira) – Finados
15/11 (quinta-feira) – Proclamação da República
25/12 (terça-feira) – Natal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *