Para agilizar o atendimento nas farmácias das unidades de saúde da Serra, a prefeitura está em fase de implantação do sistema “Controle e Dispensação de Medicamentos”. O sistema já está funcionado em metade das farmácias municipais, e tem facilitado a vida de quem conta com o serviço. A ideia é de que até o final deste mês (abril), todas as unidades estejam informatizadas.

O sistema é 100% criado pela Secretaria Municipal de Saúde. Todos os servidores serão treinados, com o objetivo de humanizar ainda mais o atendimento que será assim:

O paciente chega até a farmácia e rapidamente, através do sistema, é identificado o medicamento do qual ele necessita. O sistema também ajuda a controlar os estoques de remédios para que não haja falta. Se a demanda for muito grande por um medicamento específico, no entanto, o sistema vai apontar a unidade mais próxima onde ainda é possível encontra-lo. Assim, o paciente já sai com o endereço em mãos para buscar o remédio, sem ter de peregrinar de posto em posto.

Para se cadastrar, é simples. O usuário deve comparecer com CPF, identidade, cartão do SUS e comprovante de residência nas unidades Bairro de Fátima, Barcelona, Chácara Parreiral, Cidade Continental, Jardim Tropical, Laranjeiras Velha, Nova Almeida, Nova Carapina II, Oceania, Parque Residencial Laranjeiras, Planalto Serrano A, Planalto Serrano B, São Diogo, São Marcos, Taquara II, Caps AD e Caps Mestre Álvaro.

Mais de 7 mil pessoas já foram beneficiadas pelo sistema, e cerca de 500 mil medicamento já foram entregues.

Abastecimento automático
Este módulo traz vantagens como a movimentação mais eficaz do estoque das unidades e do almoxarifado; atualização online do estoque; abastecimento e o ressuprimento automático; remanejamento de remédios a vencer; e ele indica o médico que forneceu a receita e o paciente que a utilizou.

“Daqui a dois ou três meses, já teremos uma ideia de economia nas farmácias. É um sistema fácil de manusear, e que pode ser utilizado inclusive em internet de baixa performance”, comentou o gerente de Tecnologia da Informação da Secretaria de Saúde, Aluísio Gonçalves Dias de Souza.

Informatização da Saúde
Há outros módulos a serem implementados como “Requisição de Exames” e “Agendamento Online”. Porém, paralelo a isso, foi adquirido um software mais complexo para automatização de mais processos e a possibilidade de integração online entre os serviços.

Ele já foi implementado em alguns processos das UPAs, entre eles a Classificação de Risco. Após adequações, ele será implementando nas unidades pilotos de Taquara I e Planalto Serrano A.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *