Foto: Dayana Souza
Foto: Dayana Souza

Seguindo a tendência de crescimento que vinha apresentando no decorrer do ano, o comércio exterior capixaba encerrou 2018 com recuperação. De acordo com dados divulgados pelo Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Estado (Sindiex), os valores exportados e importados pelos portos do Espírito Santo registraram alta de 9%, se comparados com os de 2017.

No período analisado, as exportações capixabas totalizaram US$ 8,8 bilhões, sendo o minério de ferro o principal produto da pauta e respondendo por US$ 2,91 bilhões desse montante. Destaque também para as exportações de café em 2018, que totalizaram US$ 444 milhões, valor 89% maior do que o registrado no ano anterior.

No caso do café, o resultado já era esperado por empresários e representantes de entidades do setor. O presidente do Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV), Jorge Nicchio, explicou que o resultado positivo em 2018 se deu por dois principais fatores: aumento da produção e desvalorização do real frente ao dólar. “O produto capixaba se tornou mais competitivo no mercado internacional e a expectativa é continuar a tendência de crescimento em 2019”, comemora.

Na pauta importadora, o carvão mineral se manteve como o principal produto e, mesmo com queda de 17% em relação a 2017, somou montante de US$ 1 bilhão, valor que responde por 20% dos US$ 5,08 bilhões importados pelo Estado em 2018. Em relação ao crescimento, o destaque da pauta foram os automóveis, com 65% de alta no período analisado, totalizando US$ 540 milhões.

O presidente do Sindiex, Marcilio Rodrigues Machado, lembra que a precária infraestrutura portuária do Espírito Santo continua sendo um entrave para o comércio exterior capixaba, mas as perspectivas são positivas para os próximos anos. “Passado esse turbilhão de dúvidas quanto ao futuro do Brasil, estou otimista que teremos um 2019 melhor”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *