Protagonistas de uma das maiores rivalidades da história do tênis, o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic entraram em quadra para jogar juntos, na noite desta sexta-feira, em duelo válido pela Laver Cup. A inédita parceria, contudo, não trouxe o resultado positivo esperado.

De virada, eles foram superados pelo norte-americano Jack Sock e pelo sul-africano Kevin Anderson por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/3 e 10/6, em Chicago, onde teve início nesta sexta a segunda edição do torneio-exibição. A competição, que será realizada até domingo, coloca duas equipes em disputa durante os três dias: o Time Mundo e o Time Europa.

Defendendo a equipe europeia, Federer e Djokovic começaram bem a partida, apesar da pouca experiência em duplas. O suíço jogou uma partida destas pela última vez justamente na edição passada da Laver Cup, ao lado do espanhol Rafael Nadal, em outro confronto memorável na história do tênis. Já o sérvio se arrisca nas duplas de vez em quando, mas tem poucos resultados de expressão.

Num set inicial equilibrado, sem quebras de saque e sem sequer um break point, os europeus fizeram a diferença no tie-break. Mas foi rápida a reação do local Sock e do sul-africano, vice-campeão de simples em Wimbledon, derrotado justamente por Djokovic.

Sock fez valer a experiência conquistada ao longo desta temporada nas duplas. Jogando com o compatriota Mike Bryan, foi campeão de Wimbledon e do US Open. Assim, liderou a dupla com Anderson para faturar a primeira quebra de saque no segundo set e empatar o duelo. O jogo, então, foi decidido no match tie-break, quando Sock e Anderson mantiveram o embalo e confirmaram a primeira vitória do Time Mundo no confronto, no quarto jogo do dia.

Até então, o Time Europa vinha dominando este primeiro duelo da competição, com três vitórias em simples. No primeiro jogo do dia, o búlgaro Grigor Dimitrov, número 7 do mundo, bateu o local Frances Tiafoe (40º) por 6/1 e 6/4. Na sequência, o britânico Kyle Edmund superou Sock por 6/4, 5/7 e 10/6. Em seguida, o belga David Goffin salvou dois match points para derrotar o argentino Diego Schwartzman por 6/4, 4/6 e 11/9.

Apesar da vantagem por 3 a 1 para os europeus, o Time Mundo já poderá se recuperar no primeiro confronto de sábado. Isso porque na Laver Cup as vitórias geram mais pontos a cada dia que passa no fim de semana. No sábado, portanto, cada triunfo valerá dois pontos. E, no domingo, serão três pontos. Será campeã a equipe que chegar primeiro aos 13 pontos.

Criada por Federer, a Laver Cup visa homenagear o australiano Rod Laver, considerado um dos maiores tenistas da história – foi o único a fechar o Grand Slam em duas temporadas diferentes. E tem o bilionário brasileiro Jorge Paulo Lemann como um dos seus principais sócios.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *