A espera pelo cadastro biométrico, nesta quinta, passou de três horas. Foto: ES Hoje
A espera pelo cadastro biométrico, nesta quinta, passou de três horas. Foto: ES Hoje

Iniciado em junho do ano passado, o recadastramento biométrico em Vila Velha termina no próximo dia 19. No entanto, muitos eleitores deixaram para fazer o registro na última hora, e enfrentam longas filas.

A central de atendimento provisória do Tribunal Regional Eleitoral TRE, no Shopping Boulevard, recebeu mais de dois mil eleitores nesta quinta- feira (04).

 

De acordo com o responsável pelo atendimento no TRE, Jean Marc Boudou a expectativa é que até o dia (19), sejam atendidos mais de 80% dos eleitores. Ele informou ainda que, apesar da lotação, não haverá prorrogação no prazo para o recadastramento.

“Quem não conseguir fazer o recadastramento terá seu título de eleitor e CPF cancelado. E não temos previsão de que o prazo seja prorrogado. Os eleitores que deixaram para a última hora vão precisar de paciência,” declarou Jean Marc.

O tempo médio de espera para fazer o recadastramento, nesta quinta, chegou a três horas. A Decoradora de festa Michelle Farizelli, 42anos, contou que passou por uma fila de triagem para saber se tinha os documentos necessários para fazer o recadastramento biométrico.

“Não posso reclamar por que infelizmente deixei para a última hora, mas aproveitei e trouxe minha filha para tirar o título dela,” disse a decoradora.

Já o professor Marcos Palmares, 54 anos, estava na fila há duas horas, mas ainda não havia passado pela triagem. “Não sei nem se vou consegui fazer o recadastramento hoje. Minha vontade é de desistir e tentar amanhã,” declarou o professor.

Como Fazer

Para fazer a biometria, é necessário que o eleitor leve documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de alistamento militar – para os homens maiores de 18 anos e que vão fazer o primeiro título.

O cadastramento biométrico é obrigatório para todos os eleitores entre 18 e 70 anos. Os eleitores que têm o voto facultado (analfabetos, jovens com 16 e 17 anos e cidadãos com mais de 70 anos) e que possuem interesse em participar do processo eleitoral também deverão fazer o cadastro biométrico.

Não são aceitos a CNH como documento de identificação para a operação de alistamento (primeiro título) e o novo modelo de passaporte para qualquer operação eleitoral, por não conterem dados referentes à nacionalidade/naturalidade ou à filiação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *