Ruy Monte

Ruy Monte é um apaixonado por futebol. Cronista esportivo desde os anos 70, já passou por todos os veículos de comunicação do Espírito Santo, e atualmente além das colunas em ESHOJE faz parte da equipe de comentaristas da Rádio Espírito Santo AM 1160.

Fiquei muito curioso em saber como o Tupy formaria o seu time para a campanha do estadual deste ano. Sábado (5), no Gil Bernardes, o presidente do clube da Toca, Rogerio Pedrini, promoveu um jogo em que a equipe apresentou a base do time que deverá disputar Capixabão 2019, contra uma equipe formada por amigos do jogador, Sidicley – que atuou no time da Toca, Atlético do Paraná e Corinthians, mas atualmente joga na Ucrânia.

Vi um time da Toca mesclado de garotos e jogadores mais veteranos, como é o caso do Lambiru. Gostei do que vi em campo. O placar de 8 x 0 não quis dizer muito o que foi o jogo, mas há jogadores que me agradam, como foram os casos do zagueiro Peroá e do atacante Diogo.

Lógico que o jogo em si foi muito mais em tom de festa, mas que deu para ver que não podemos menosprezar um time, que mesmo vivendo uma estrutura menor do que as dos clubes grandes do nosso estado, não possa fazer uma boa campanha. Uma coisa me deixa triste: o Tupy não poder jogar no Capixabão em seu próprio estádio.

Desportiva se dá bem na Taça São Paulo
O trabalho do professor Marcelo a frente do time da Desportiva Ferroviária no sub-20, vem dando algum efeito. Senão vejamos: conseguiu dois bons resultados contra o União Barbarense de 2 a 0 e o Vitória da Bahia por 2 a 1. Nestas quarta feira (9),  precisando de um empate com Novo Horizontino para chegar na outra fase da competição. Aliás, este é um  avanço que o futebol capixaba consegue não conseguia durante todos esses anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *