Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Uma pesquisa do Procon Vitória constatou que a variação no preço de remédios chega a até 140,43% em Vitória. Foram pesquisados 65 medicamentos, em quatro drogarias, durante dois dias.

Segundo a prefeitura, a diferença de 140,43% foi encontrada no medicamento Cloridrato de Ranitidina (genérico), indicado para tratamento de úlceras de estômago ou de duodeno.

A segunda maior variação foi no Simeticona (genérico), de 131,93%, seguida do  Amoxilina (genérico), com uma diferença de 113,16%.

De acordo com a prefeitura, dos 65 itens pesquisados, uma drogaria apresentou a maior quantidade de medicamentos com menor preço (27). A segunda com maior número de itens com menor preço tinha 26 medicamentos e a terceira, 12.

O Procon Vitória informou que utilizou os seguintes parâmetros na pesquisa: levantar, pessoalmente, os preços em farmácia/drogaria (loja física), de médio e grande portes, escolhidas aleatoriamente no município de Vitória; pesquisar somente o medicamento de referência e o genérico de menor preço (com a mesma apresentação do de referência, definida pelo Procon, independente do laboratório) encontrado no estabelecimento no dia da coleta.

Segundo o Procon Vitória, o critério escolhido foi o “preço com desconto máximo para o cliente comum”, independente da exigência de cadastro do consumidor. Entende-se como cliente comum aquele que não possui nenhuma condição especial (aposentado, empresas e planos de saúde conveniados), bem como não considerar os descontos vinculados ao Programa Farmácia Popular.

Confira a pesquisa completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *