SAO PAULO ALIAS 29-10-2015 BACON FOTO DIVULGACAO
Foto: São Paulo Alias/Divulgação

A atriz hollywoodiana Vanessa Hudgens contou esta semana que emagreceu 5 kg em um mês com alimentação à base de bacon. A chamada dieta cetogênica, que virou febre no meio fitness, é utilizada por muitos especialistas para promover o aumento da perda de peso, garantindo ao paciente saciedade.

Como a dieta reduz bastante a ingestão de carboidratos, o corpo é obrigado a queimar gordura para se manter em funcionamento. Ou seja, a gordura passa a ser sua principal fonte de combustível, como explica a nutricionista do programa Viver Bem da Unimed Vitória, Rayanne Pimentel. “Com pouco carboidrato à disposição no corpo, a saída é buscar energia na gordura, o que promoverá a perda de peso”, explica.

Como a gordura foi vista por muito tempo com uma das vilãs da alimentação, muita gente tem dúvida se é ou não saudável optar por uma dieta desse tipo. A nutricionista diz que o que já se sabe é que, de fato, aumentar a ingestão de gordura e diminuir a de carboidrato promove, sim, a perda de peso mais rápida, porém, a longo prazo, ainda não há como apontar seus efeitos em relação à saúde de modo geral.  “Por isso, é fundamental que um especialista, juntamente com seu paciente, avalie vários aspectos antes de decidir pela dieta cetogênica e, principalmente, faça o devido acompanhamento dos resultados”, pontua Rayanne.

 Restrição

A especialista destaca que, nesta dieta, come-se muitas carnes, ovos, queijos, peixes, manteiga, azeite, e alimentos ricos em fibras. “Mas como é bastante restritiva, fica bem difícil mantê-la por longos períodos”, aponta.

Uma outra questão levantada por Rayanne é o fato de algumas pessoas acabarem ingerindo gorduras e proteínas de qualidade ruim e alimentos processados, o que pode ser prejudicial à saúde. “O sucesso da dieta passa também pela escolha correta dos alimentos. Não basta aderir à gordura. É preciso saber qual gordura comer e buscar o equilíbrio correto entre as refeições. Daí, pode ser perigoso fazer isso por conta própria, sem a ajuda de um especialista”, alerta.

Além disso, ela lembra que a dieta rica em gordura não é indicada para pacientes que têm alguns problemas de saúde específicos, como doenças renais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *