Um passeio em família que se transformou em pesadelo, mudou completamente a vida da diarista Vanessa Rigoni, 41 anos. No retorno de um shopping, em Vitória, para casa, ela passou pelo constrangimento de ficar presa na roleta de um ônibus Transcol. A partir desse momento, Vanessa chegou à dura conclusão de que seus quase 140 quilos não estavam só incomodando, mas também colocando-a em situação complicada e constrangedora. “Estava voltando de um passeio com a minha mãe e quando fui passar pela roleta fiquei presa. Na hora não tive reação. As pessoas que estavam no ônibus ficaram olhando pra mim e tive que voltar a roleta e sentar nas cadeiras da frente”, lembra Vanessa.

O episódio contribuiu muito para que a diarista criasse coragem e força de vontade para enfrentar um de seus maiores desafios: começar a emagrecer, imediatamente.  Vanessa conta que, até os 20 anos, sempre foi magra. Mas, após desenvolver problemas de saúde hormonal e excessos na alimentação, perdeu o controle do seu peso. “O processo de emagrecimento é muito difícil. Primeiro você precisa mudar a sua mente para depois alterar seus hábitos alimentares. Só assim você obtém sucesso”, ensina.

Determinada, Vanessa procurou ajuda de um especialista e encontrou apoio em um grupo de emagrecimento. Os grupos de emagrecimento têm sido uma boa opção para aquelas pessoas que acabam desanimando com as dietas e exercícios, justamente por não ter apoio.

vanessa-antes-e-depois

Incentivo
A nutricionista e coordenadora do grupo “Desafio você mais magra”, Aline Sarmento, explica que estudos apontam que é possível emagrecer oito vezes mais em grupo do que no atendimento individual. “A troca de experiências, incentivo e competição harmoniosa entre os colegas aproximam e motivam as participantes a buscarem o sonho de emagrecerem”, disse a especialista.

A diarista perdeu 38 quilos em apenas cinco meses e conta que se não fosse o apoio de todas as participantes do grupo e de sua mãe, Tânia, ela já teria desistido. “Nós nos cobramos, nos apoiamos e vibramos com a conquista de cada uma. Se não fosse o grupo eu não teria chegado até aqui”, disse. Vanessa ainda tem um longo caminho a percorrer até chegar no seu objetivo final, mas só o fato dela ter mudado o seu estilo de vida já é uma grande vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *