Avenida Vitória, em frente ao IFES
Avenida Vitória, em frente ao IFES, na tarde da última quinta (8)

A Defesa Civil Estadual estabeleceu um posto de comando para monitorar de perto todas as informações e ocorrências causadas pelas fortes chuvas que atingem o Estado.

O Governador Paulo Hartung se reuniu na manhã desta sexta-feira (9), no Quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, em Vitória, com secretários e representantes da Defesa Civil Estadual, órgão integrante dos bombeiros, para definir ações de trabalho enquanto as chuvas permanecerem.

 Ficou estabelecido que, com aumento das chuvas e evolução de casos, será ativado o Plano Estadual da Defesa Civil, que acionará órgãos específicos para atenderem às demandas. E para qualquer alerta de risco, principalmente em relação às encostas e aos deslizamentos de terra, aconselha-se aos moradores que saiam de casa e procurem local seguro.

Paulo Hartung acompanhou o relato das ações do Corpo de Bombeiros e pediu para que as demais secretarias e autarquias fiquem atentas para atendimentos de possíveis pedidos, no sentido de melhor auxiliar a população capixaba. Frisou ainda que foram solicitadas ao Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e ao Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran) medidas para melhorar o fluxo do trânsito ao longo desses dias de chuva.

“Estamos muito preparados. O Estado tem uma estrutura muito bem montada há anos para enfrentar esses desafios. Em parceira com os municípios, estamos articulados e acompanhando o passo a passo dos trabalhos”, ressaltou o governador.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Marcelo D’Isep Costa, informou que a corporação está de prontidão, bem como a Defesa Civil Estadual, e que conta com ações dos municípios para evitar maiores problemas.

“Nós estamos acompanhando desde o dia de ontem (8) as chuvas, vendo a intensificação delas. Tivemos pontos de alagamentos na Grande Vitória e a maré alta auxiliou. Todos os quartéis estão de prontidão para atender às demandas. Nosso braço operacional, a Defesa Civil, evoluiu o nível de atenção para o Alerta Máximo, para que a gente possa, em caso de eventualidade chamar nosso Plano Estadual de Defesa Civil, havendo total preparo se precisarmos dar o retorno à população em situações extremas”.

O responsável pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Espírito Santo, coronel Alexandre dos Santos Cerqueira, fez coro ao comandante-geral dos Bombeiros e destacou que, ao longo de 24 horas, foram atendidas 84 ocorrências.  “Devemos ressaltar que os pontos de alagamento já foram reduzidos”, frisou Cerqueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *