O corpo do surfista Arthur Medici, de 26 anos, chegou às 17h15 desta sexta-feira, 21, no hangar do Notaer, dentro do Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar em Vitória. O brasileiro morreu depois de ser atacado por um tubarão, enquanto surfava em Newcomb Hollow Beach, em Revere, no Estado americano de Massachusetts, no sábado, 15.

O traslado da vítima parou no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Um helicóptero fez o transporte para o Espírito Santo. O carro da funerária responsável pela preparação do corpo do jovem já aguardava a liberação no local. A imprensa pôde acompanhar a cena de longe.

Nenhum familiar da vítima quis conversar com os jornalistas. Medici, que iria oficializar o noivado no fim de 2018, morava no Estados Unidos havia quatro anos.

Velório

O corpo do surfista será velado na Igreja Maranata, no centro de Vila Velha, na Grande Vitória. A família proibiu a entrada da imprensa no local e chegou a contratar seguranças. O sepultamento está programado para acontecer às 10 horas deste sábado, 22, no cemitério municipal.

Vinicius Rangel, especial para AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *