rodapé_whatsappRecentemente, a cantora Ivete Sangalo, grávida de gêmeas, publicou uma foto na rede social Instagram, para relatar um problema frequente entre as gestantes: o melasma. Trata-se de um distúrbio pigmentar da pele caracterizada por manchas escuras na pele.

O melasma é evidenciado por manchas marrons que aparecem no rosto, nas áreas das bochechas, na testa, nariz e acima do lábio superior, podem aparecer, também, manchas no colo e nos braços. O problema afeta, em média, 70% das gestantes e pelo menos 30 % das mulheres que fazem uso de anticoncepcional.

Bem menininha 🌴🌴🌴🌴🌴

Uma publicação compartilhada por Veveta (@ivetesangalo) em

A causa exata do problema é desconhecida, mas segundo a dermatologista existem alguns fatores que pioram o quadro. Fatores genéticos também influenciam. De acordo com a dermatologista Ana Flávia Moll, o surgimento do melasma está relacionado à exposição ao calor, ao sol em excesso, e às mudanças hormonais que surgem principalmente no período de gestação.

Os raios ultravioletas, presentes na luz solar, estimulam a produção de melanina, agravando a situação. Conta até mesmo aquela pouca quantidade de sol que pegamos ao andar na rua no dia a dia, ou aqueles raios que passam pelo vidro das janelas. Também a luz visível, seja do sol ou emitida por lâmpadas, é prejudicial.
Segundo a dermatologista, não existe cura para o melasma, porém atualmente há diversas opções de controle.

“Os cuidados se iniciam em casa, com aplicação de cremes à base de ácido retinoíco. As vitaminas C e E tópicas são ótimos antioxidantes e potencializam o efeito do filtro solar, que deve ser aplicadas a cada duas horas”, contou.

A dermatologista explicou ainda que, felizmente, existem bons clareadores disponíveis e podem ser usados em cremes de uso domiciliar. Normalmente complementa-se o tratamento com peelings químicos realizados em consultório. Nos casos muito resistentes, existem alguns lasers que podem ajudar bastante, trazendo uma melhora notável já nas primeiras sessões.

“Atualmente existem tratamentos muito eficientes, e melhor de tudo é que, a maioria deles, não tem contra indicações para as gestantes. Elas são quem mais sofrem com o aparecimento das manchas. Mas sempre recomendamos procurar um dermatologista para fazer o acompanhamento adequado”, ressaltou a dermatologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *