O Corinthians não teve uma atuação de encher os olhos, mas um gol de Jadson garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o América-MG, em casa, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira. Foi o primeiro resultado positivo de Osmar Loss no comando da equipe, garantido a ascensão da equipe para as primeiras colocações na tabela.

Com o resultado, o Corinthians chegou ao terceiro lugar, com 14 pontos, três a menos que o líder Flamengo, próximo adversário, em partida que será realizada no Maracanã.
Na quarta-feira, Loss disse que precisava do resultado positivo para dar tranquilidade ao seu trabalho, embora não sentisse pressão sobre o cargo. Por isso, a vitória contra o América-MG serve como um marco para o treinador, que comandou a equipe anteriormente em dois jogos e só havia perdido, para Millonarios e Internacional.

A ideia do treinador, a mesma adotada por seu antecessor, Fábio Carille, é de aproveitar a paralisação da Copa do Mundo para testar um esquema tático com a volta de um centroavante. Entretanto, a impressão é que o time, que havia aprendido a ser reinventar sem uma referência na área, voltou à estaca zero neste quesito.

O primeiro tempo deixou claro a postura das duas equipes, mas foi preciso o torcedor ter muita vontade para não se deixar levar pelo marasmo das duas equipes e cair no sono. O Corinthians era quem ficava com a bola no pé, mas sem nenhum objetividade e criatividade. Com muitos toques de lado, a impressão era de que os jogadores não sabiam como penetrar na fechada defesa mineira.

A única alternativa encontrada era chegar na linha de fundo e cruzar para a área, em busca de um centroavante ou alguém que pudesse aparecer como elemento-surpresa. Por vários jogos, Rodriguinho era quem fazia tal função, mas o meia estava no ritmo dos demais companheiros e pouco apareceu.

O América entrou apostando tudo na marcação e nos contra-ataques que até tiveram espaço para acontecer e só não se tornaram boas chances de gol por causa dos erros de passes.

No segundo tempo, o cenário mudou nos minutos iniciais, graças a um lance casual. Aos quatro, Gabriel chutou, a bola desviou em Aderlan e sobrou livre para Jadson só mandar para as redes.

A abertura do placar acordou as duas equipes por algum tempo. O América saiu do campo de defesa e chegou a arriscar alguns chutes ao gol de Walter, que precisou trabalhar mais do que na primeira etapa. Já o Corinthians também passou a ter maior movimentação e parecia disposto a marcar mais um para resolver o jogo e não ter um fim de partida em apuros.

Nos minutos finais, o volante Wesley ainda foi expulso, para a revolta dos jogadores do América. Na confusão, o atacante Luan também recebeu o cartão vermelho. O segundo gol corintiano não saiu, mas o resultado foi importante para Loss afastar qualquer possibilidade de pressão sobre o seu trabalho.

Já o América segue sem vencer como visitante no Brasileirão e ocupa a 12ª posição, com dez pontos. No domingo, o time atuará em casa, contra o Atlético Paranaense, no Independência.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 0 AMÉRICA-MG

CORINTHIANS – Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Paulo Roberto; Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho, Mateus Vital (Júnior Dutra) e Pedrinho (Roger). Técnico: Osmar Loss.

AMÉRICA-MG – Jori; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Christian, Juninho (Marquinhos) e Serginho; Aylon (Wesley), Luan (Ademir) e Judivan. Técnico: Enderson Moreira.

GOL – Jadson, aos quatro minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Grazianni Maciel Rocha (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Paulo Roberto e Marquinhos Gabriel (Corinthians); Juninho, Wesley, Giovanni (América-MG).

CARTÕES VERMELHOS – Wesley e Luan (América-MG)

RENDA – R$ 1.815.526,97.

PÚBLICO – 34.921 pagantes.

LOCAL – Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Daniel Batista
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *