Com 99,3% das urnas apuradas, a eleição suplementar para governador de Tocantins, ocorrida neste domingo, 3, ficou para o segundo turno, que será entre os candidatos Mauro Carlesse (PHS) e Vicentinho Alves (PR).

Carlesse, que ficou em primeiro lugar, com 30,3% dos votos, é deputado estadual e assumiu interinamente o governo do Estado após a cassação do ex-governador Marcello Miranda (MDB). Vicentinho, que teve 22,2%, é senador e está no último ano do seu mandato no Congresso.

O segundo turno será no dia 24 de junho, e a posse está marcada para o dia 9 de julho.

Quem assumir ficará no cargo até por apenas seis meses, até o dia 31 de dezembro. Novas eleições para governador ocorrerão normalmente em outubro.

Da disputa do primeiro turno em Tocantins participaram também Carlos Amastha (PSB), que ficou com 21,3%, a senadora Kátia Abreu (PDT), que teve 15,6%, Marlón Reis (Rede Sustentabilidade), com 9,9%, Marcos de Souza (PRTB), com 0,5%, e Mario Lucio Avelar (PSOL), que não teve os votos registrados porque sua candidatura aguarda análise do TRE.

André Ítalo Rocha
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *