O Centro Educacional Leonardo da Vinci (CELV), tradicional colégio de Vitória, no Espírito Santo, e 1º colocado no Enem do estado, passa a fazer parte da Saber, holding a ser criada pela Kroton e dedicada exclusivamente ao mercado de educação básica. Com um legado de 29 anos e reconhecimento nacional, a instituição não terá mudanças em sua linha pedagógica, mantendo a oferta de educação de excelência na região, com horário integral, educação bilíngue, middle e high school. “O CELV tem total sinergia com a visão de negócios da Saber: oferecer uma educação de excelência, que transforme a vida das pessoas”, afirma Mário Ghio, vice-presidente de Educação Básica da holding.

A Kroton, uma das principais organizações educacionais brasileiras, anuncia a criação de uma holding exclusivamente dedicada para o mercado de educação básica (K12). Batizada de Saber, ela nascerá com uma história que se iniciou em 1966, com a criação do Curso e Colégio Pitágoras, em Belo Horizonte. Nestes 52 anos, o Colégio Pitágoras se transformou em uma escola de referência nacional e internacional, deu origem à Rede Pitágoras, um dos maiores sistemas de ensino do país, com mais de 700 escolas parceiras, e desenvolveu um modelo de gestão escolhido para operar as escolas de importantes empresas como Embraer, Vale, Alcoa e Mineradora Rio do Norte.

Fundado nos anos 1990 e com 1250 alunos, o CELV continuará atuando com estudantes de educação infantil, ensino fundamental I e II e ensino médio. Maria Helena Pignaton e José Antônio Pignaton continuarão, respectivamente, como diretora e conselheiro do colégio. Além do projeto pedagógico reconhecido nacionalmente, o colégio conta com uma infraestrutura diferenciada, reunindo espaços acadêmicos e culturais únicos, além de tecnologia embarcada, tudo voltado para a formação integral dos alunos.

“Formamos não apenas para os resultados do Enem, nos quais somos referência, mas também para que tenhamos indivíduos felizes e realizados enquanto estudantes e profissionais diferenciados e éticos. São esses os valores do Leonardo Da Vinci que continuarão intactos com a chegada da holding Saber, a companhia que escolhemos para continuar e ampliar nosso legado”, reforça José Antonio Pignaton, diretor do Centro Educacional Leonardo Da Vinci. “A expectativa da Saber é contribuir para que a escola dê os próximos passos nesse caminho de excelência e ganhe ainda mais relevância nos cenários regional e nacional”, explica Ghio.

Sobre a Saber – A Saber será uma holding dedicada exclusivamente para o mercado de educação básica (K12). Congregará os negócios atuais de educação básica da Kroton, englobando os sistemas de ensino Rede Pitágoras, Rede Educação e Valores (RCE) e Rede Cristã de Educação, o Colégio Pitágoras de Belo Horizonte e a operação de escolas sob a modalidade de contratos; e os negócios futuros que envolvem a aquisição e a gestão de algumas das melhores e mais renomadas escolas do país, sendo a primeira delas o Centro Educacional Leonardo Da Vinci (CELV), na cidade de Vitória (ES).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *