A polícia identificou todos os participantes do assassinato da médica Milena Gottardi Tonini Frasson. Os mandatos foram o sogro da vítima, Esperidião Carlos Frasson, 71 anos, e o ex-marido o policial civil Hilário Antonio Fiorot Frasson. Os intermediários foram o lavrador Valcir da Silva Dias, 49, e Hermenegildo Palauro Filho, Judinho, que está foragido.

De acordo com a polícia, Judinho e Valcir foram os responsáveis por contratar o executor, Dionathas Alves Vieira, 23 anos. Outro apontado como co-autor do crime é o primo do assassino, Bruno Viera, que foi quem roubou a moto usada no dia do crime.

Secretário de Segurança explica prisões

Homero Mafra: prisão de Hilário é equivocada
O presidente da OAB, Homero Mafra, advogado de Hilário Antonio Fiorot Frasson (ex-marido de Milena) disse que a prisão do seu cliente é “equivocada” e que causa “indignação”. Apontado como mandante do crime, Hilário foi preso por volta das 16 horas desta quinta-feira (21), uma semana após o crime, que aconteceu no estacionamento do Hucam, em Vitória.

Segundo reafirmou, Mafra, Hilário é inocente e que confia na Justiça do Espírito Santo. Ele nega que o cliente seja um dos mandantes e que tenha participado de alguma forma do assassinato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *