olimpíada112 estudantes brasileiros conquistaram medalhas na Olimpíada Internacional de Matemática da Ásia (AIMO), disputada em Bangcoc, na Tailândia, de 2 a 7 de agosto. Foram três de ouro (todas de escolas públicas), 23 de prata e 86 medalhas de bronze.

Ao todo, participaram da competição 225 estudantes – 138 de escolas públicas e 87 de colégios particulares, que cursam desde o Fundamental 1 ao Ensino Médio. Eles representaram 36 escolas – 25 públicas e 11 privadas, de 12 Estados. Realizada desde 2012, a AIMO contou este ano com a participação de mais de 2 mil estudantes de 13 países.

O diretor da Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento (Rede POC) Ozimar Pereira, considerou o resultado surpreendente por dois aspectos: o fato de metade da delegação brasileira ter sido premiada e o grande interesse das escolas. Em 2017, primeiro ano que o Brasil participou da competição asiática, apenas 15 alunos disputaram.

“O crescimento na participação das escolas demonstra a valorização que elas dão, cada vez mais, para este tipo de oportunidade. É uma oportunidade de comparar o conhecimento dos seus alunos com alunos de outras partes do mundo”.

Ozimar conta que nas conversas que manteve com secretários de educação dos municípios, dos estados, diretores de escolas, professores e alunos, ficou muito clara a importância deste tipo de evento como forma de melhorar a qualidade da educação no Brasil. “Estas experiências internacionais, além de despertar o interesse pela Matemática, abrem um horizonte para o conhecimento. Ao se envolverem em eventos como este, os estudantes e as redes públicas e privadas demonstram a importância da qualidade da educação”.

O diretor da Rede POC relata ainda uma reflexão muito ouvida na delegação brasileira que prova o potencial do intercâmbio científico. “O mais importante não são os que estão aqui na Tailândia, mas os que ficaram e querem vir”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *