Com R$ 80 milhões já garantidos no Orçamento da União, o início de uma das obras mais aguardadas pelos capixabas está efetivamente autorizado: a duplicação e restauração dos primeiros 7,28 quilômetros da BR-262, no trecho entre o quilômetro 49,38 e o quilômetro 56,66, em Marechal Floriano. A ordem de serviço foi assinada pelo ministro Maurício Quintella em cerimônia no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, nesta terça-feira (10), na presença da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), do vice-governador Cesar Colnago e de deputados da bancada federal do Espírito Santo.

A partir de agora, o consórcio ATERPA-SERVENG-MAIA MELO, responsável pelo empreendimento, tem até 90 dias para instalar o canteiro de obras em uma área de 2,5 hectares, no trevo de Paraju. O local vai abrigar britador, usina de asfalto, espaço para remonta, pátio, entre outros equipamentos.

A previsão é que os trabalhos na rodovia comecem até janeiro. “Vai depender muito do regime de chuva”, explicou o diretor do consórcio, Daniel Nóbrega. Durante a montagem do canteiro de obras, 15 áreas já negociadas com os proprietários serão desapropriadas.

Em 2018, também está prevista a duplicação de mais 12 quilômetros de rodovia. E a bancada federal deverá destinar R$ 120 milhões de emenda impositiva para a continuidade das obras. Cada quilômetro duplicado e restaurado está orçado em R$ 10 milhões.

Pelo contrato TT-952/2014, assinado em 2014, o custo total das obras para duplicar os 52 quilômetros previstos no projeto, entre Viana e a divisa com Minas Gerais, é de R$ 510 milhões. Até a conclusão, a bancada deverá garantir os recursos via emenda impositiva no Orçamento.

“É uma rodovia fundamental para o incremento do turismo na região, para o escoamento da produção. Nós aqui já discutimos o Orçamento do ano que vem para que essa obra não tenha mais nenhuma interferência e que, em um futuro bem próximo, a BR-262 esteja totalmente duplicada no Estado do Espírito Santo”, afirmou Quintella.

BR-101 – Presente à cerimônia, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, afirmou que a concessionária Eco101 já retomou as obras que estavam paralisadas na BR-101, no trecho do Espírito Santo. “Estão começando a retomar todos os canteiros de obras que estão paralisados”, destacou.

Bastos disse ainda que, até julho do ano que vem, 34 quilômetros da rodovia devem ser duplicados. Segundo ele, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deverá fazer um levantamento sobre todos os pontos críticos para que a ANTT tome providências junto à concessionária. “A PRF está fazendo [o levantamento] para me enviar esse relatório”.

Sobre as duas balanças móveis de pesagem, que devem ser instaladas na rodovia, o diretor disse que o processo está em fase final de aprovação pela ANTT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *