Lucas Rezende

Lucas Rezende é jornalista e titular da Coluna Fonte Grande, publicada de segunda à sexta. Notas e sugestões: fontegrande@eshoje.com.br

Há armas e granadas químicas da marca Condor usadas em presídios do Espírito Santo que estão vencidas há três anos. Tem spray e granadas vencidas desde outubro de 2015, para se ter ideia. Médicos dão conta de que a exposição sequencial de presidiários e até mesmo funcionários à esses sprays pode causar úlcera de córnea, já que o produto químico pode mudar de composição após vencido. E mais: pode vir até a perder a utilidade e, num caso de necessidade de uso no sistema prisional, de nada servir. Salve-se quem puder.

montagem de foto de bomba

******

Suplente de vereador
Um suplente de vereador da Câmara de Vitória estava cogitando denunciar o próprio candidato com quem compôs chapa. A coluna descobriu o motivo: seria mais um caso de rachid, já que o tal vereador eleito teria ficado com parte do salário de algum funcionário do seu gabinete. Por enquanto, o sujeito desistiu. Por enquanto.

Cofre
Está sobrando dinheiro, só pode: o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo contratou uma empresa para prestar serviços de ginástica laboral no órgão. Vai custar R$ 15 mil do dinheiro do contribuinte. A coluna achou de bom tom avisar.

Serasa
O telefone do escritório de uma produtora de eventos tocou dia desses. Era o staff de um humorista fazendo cobranças.

Titio
Marcelo Calero, o ex-Ministro da Cultura galã que ajudou a derrubar Geddel Vieira Lima – hoje preso na Papuda -, esteve em Vitória visitando seus sobrinhos.

Decoro
Philipe Verdan, o jovem Secretário de Cultura de Marataízes, estava tão soltinho num show – bancado pela prefeitura – na cidade, que fez até sarrada no ar no meio
do palco.

Prato da discórdia
Estudantes da UFES convocaram uma reunião esta semana em frente ao Restaurante Universitário. Eles seguem revoltados – e com razão! – com o aumento da refeição por lá, que agora custa R$ 5. Reclamam, no salve geral, “o aumento absurdo de 233% que fará com que muitos estudantes não tenham condições de se alimentar diariamente gerando evasão estudantil e o fim do sonho de finalizar o ensino superior”.

Aproveitando a onda
O Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo levou a pequena Giovana Galdino para um seminário que discutia a transparência no poder público dia  em Vila Velha. É aquela criança que ficou famosa cantando o samba-enredo da Beija-Flor, que neste ano criticou a corrupção. A quem interessar, os versos: “Ganância veste terno e gravata. Onde a esperança sucumbiu, vejo a liberdade aprisionada. Teu livro eu não sei ler, Brasil!”.

Erro
Aliás, quem tentou acessar o Portal da Transparência da Polícia Militar no último domingo deu com os burros n’água.

Você é o que lê
De Gregório Duvivier, que se apresenta no Teatro Glória na próxima quinta-feira: “Adoro ler um poema de amor. Porque toda história de amor é uma revolução. Caso contrário é golpe”.

Procura-se
Não que esteja fazendo falta, mas alguém viu o Magno Malta?

Linda de viver
E a Rita Camata, ein? Dorme no formol?

*****

Julia Rocha Reis e Bianca Ceotto: tarde de comemoração na Mata da Praia (Foto: Divulgação)
Julia Rocha Reis e Bianca Ceotto: tarde de comemoração na Mata da Praia (Foto: Divulgação)

——————————————————————————————

CORREDOR

Hoje é dia de Antonio Moreira Lima, o mito-vivo do jornalismo capixaba! Viva ele!

É menino o herdeiro que Priscila Gama está esperando.

Os amigos Renato Teixeira e Sérgio Reis vão cantar em Vila Velha no dia 17.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *