transcol sao torquato
Foto: Giordano Trabach

A paralisação realizada por parte dos rodoviários que operam o Sistema Transcol, que teve início pela manhã desta terça-feira, (8), foi encerrada. O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (Gvbus) informou que os 776 motoristas e cobradores que aderiram ao movimento já voltaram a trabalhar.

Segundo o GVbus, os ônibus na Serra voltaram a operar antes do meio dia. Já em Vila Velha, alguns coletivos voltaram a circular a partir das 13 horas. E, de acordo com empresa de transporte, aos poucos o atendimento á população irá se normalizar.

Ao todo, de acordo com o GVbus, 382 ônibus deixaram de circular, sendo 374 do Transcol e 8 do Seletivo. Com isso, 67 linhas deixaram de operar e outras 11 tiveram sua operação comprometida.

“Lamentamos mais uma vez a postura do Sindirodoviários, que surpreendeu a população e as empresas ao realizar uma paralisação sem se preocupar em informar os passageiros previamente, como prevê a lei de greve”, afirmou o GVbus.

Linhas do transcol que ficaram que ficaram sem operar na Serra:

400 – 532 – 557 – 601 – 603 – 604 – 605 – 606 – 607 – 608 – 609 – 610 – 612 – 613 – 614 – 615 – 616 – 617 – 618 – 619 – 621 – 624 – 631 – 633 – 634 – 636 – 650 – 651 – 652 – 654 – 655 – 657 – 658 – 660 – 662 – 669 – 807 – 809 – 811 – 812 – 813 – 817 – 818 – 819 – 820 – 823 – 824 – 826 – 833 – 843 – 844 – 845 – 846 – 847 – 848 – 852 – 854 – 856 – 862 – 869 – 875 – 883 – 884 – 886 – 1608 (seletivo) – 1610 (seletivo).

Linhas do Transcol que ficaram sem operar em Vila Velha:

501 – 503 – 504 – 507 – 508 – 516 – 527 – 559 – 585 – 1801 (seletivo) – 1808 (seletivo)

Falta de pagamento

Os municípios da Serra e Vila Velha amanheceram sem ônibus circulando. Na madrugada desta terça-feira (8), rodoviários das empresas Serramar e Praia Sol resolveram cruzar os braços alegando falta de pagamento.

“Eu cheguei no ponto de ônibus, sem saber da paralisação, por volta das 6:20 e o ponto de ônibus já estava cheio, com pessoas há muito tempo esperando. Fiquei no ponto até às 7:20 e ônibus algum passou. Só consegui vir para o trabalho após meu amigo me oferecer carona”, disse o analista de suporte, Richard Vieira.

Eunice Medina, proprietária de uma loja na frente do ponto de ônibus no bairro Vila Nova, em vila velha, comentou que os ônibus não passaram durante todo o dia e os pontos ficaram lotados. “Muitas pessoas desistiram e reclamaram sobre a greve”, relatou.

Por nota, o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVbus) informou que as empresas estavam em negociações com os profissionais.

Por Ana Luiza Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *