Piedade
A Polícia Militar informou que está presente no Morro da Piedade. Mesmo assim, moradores estão colocando os móveis em caminhões e deixando o local. Foto: Bárbara Greco.

 Um dia após o assassinato de Wallace de Jesus Santana, 26, no Morro da Piedade, em Vitória, moradores estão deixando as casas. A reportagem do ESHOJE esteve no local na manhã desta segunda-feira (11) e viu móveis na rua e também caminhões de mudança. No entanto, ninguém quis gravar entrevista.

A Polícia Militar informou que está no Morro da Piedade fazendo rondas e também de forma fixa. As ruas do bairro estão praticamente vazias. Mesmo assim, a PM informou que os moradores entram e saem normalmente. A área é de pouco comércio. Escolas não abriram nesta segunda e os ônibus circulam normalmente.

Moradores do Morro da Piedade tem vivido momentos de pânico. Em março, o assassinato dos irmãos Ruan Reis, 19, e Damião Reis, 22, com mais de 20 tiros em cada um, gerou grande comoção no bairro. Até o momento, o caso ainda é um mistério e continua sem solução.

O caso

Wallace de Jesus Santana foi assassinado por volta das 6h30 do último domingo (11). Ele estava na casa da mãe, junto com a avó, de 93 anos, e uma cunhada. Após matá-lo, os bandidos expulsaram os familiares do local e atearam fogo.

Por nota, a Polícia Civil informou que “o caso segue sob investigação, pela equipe da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Vitória. Informações adicionais, ainda, não poderão ser passadas para não atrapalhar a apuração.Denúncias que colaborem com o trabalho da polícia podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181, o sigilo e anonimato são garantidos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *