O trânsito ficou parado até a subida da 3ª Ponte
O trânsito ficou parado até a subida da 3ª Ponte

Nesta terça-feira (12), por mais de quatro horas o trânsito ficou um verdadeiro caos para quem deixava ou tentava acessar a cidade de Vila Velha pela terceira Ponte. O fluxo foi paralisado devido a uma tentativa de suicídio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e após negociação, obteve êxito e um homem desistir de atentar contra a própria vida.

O caso não é isolado e há registro de série de tentativas neste sentido. E, para cobrar uma providência, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo convocou o Presidente Diretor da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP), Antonio Julio Castiglioni, para discutir e esclarecer sobre os meios de proteção que serão instalados em toda extensão da ponte.  Ele será ouvido Comissão de Infraestrutura da Casa dia 18, segunda-feira, 10 horas, no Plenário Rui Barbosa.

“O Estado não pode mais se omitir com a justificativa fria e evasiva de que a implantação de uma proteção lateral na Terceira Ponte tem um alto custo. As vidas humanas que estão se perdendo ali não têm preço. Temos que encontrar um meio que preserve a linda paisagem do local, mas que principalmente ajude a proteger a vida, que é o mais importante”, disse o deputado Marcelo Santos, presidente da Comissão.

Vale lembrar, que a Rodosol, junto à Arsp, já apresentaram ideias de suportes para proteção, anunciando, inclusive, um estudo técnico sobre a instalação de estruturas de vidro em volta da ponte. Esse estudo foi apresentado em setembro do ano passado, e em outubro do mesmo ano já havia sido descartado por ser considerado inviável.

Leia também: PM e Bombeiros explicam interdição da 3ª ponte para atender ocorrências

A concessionária responsável pela administração e a Arsp apresentaram novas ideias, mas até o momento não existem sinais de que de fato elas sairão do papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *