Está preso o acusado de estuprar uma menor de 16 anos no dia 20 de janeiro de 2018, no bairro Piranema em Cariacica. Gelson Aparecido dos Santos de 34 anos é usuário de drogas e no dia do crime havia passado a tarde com o namorado da vítima em um bar, bebendo e usando cocaína.

Gelson que é vendedor autônomo, casado e tem dois filhos, ficou com o namorado da vítima até o anoitecer, quando a menor foi encontrar o companheiro no bar. Após um tempo, resolveram ir até uma boca de fumo, na região do Morro dos Gama, adquirir mais entorpecentes. Como o local ficava a aproximadamente 6 km do bar, foram todos no carro do acusado, uma Paraty branca.

Assim que chegaram no local, o namorado da vítima desceu do carro e foi buscar a droga. Foi nesse momento que Gelson arrancou com o carro e levou a jovem para uma região erma e parou o veículo na beira da estrada. Neste momento a jovem ligou a câmera do celular e começou a filmar as ações.

O homem começou a passar a mão no corpo da menina, tirou a própria roupa e começou a se masturbar. Em seguida, tentou retirar a roupa da jovem, que desesperada começou a gritar e foi ouvida por uma testemunha que imediatamente também gritou por socorro. A vítima, conseguiu fugir pela janela do carro e junto com a testemunha se escondeu na mata próxima ao local.

Gelson não conseguiu alcança-la e fugiu. Assim que se sentiu segura, a vítima ligou para o namorado e contou sobre o fato. O rapaz, de 20 anos, conseguiu um carro emprestado e foi ao socorro da companheira. Logo que chegou em casa, a menina contou sobre o ocorrido a outras pessoas, que junto com o namorado foram atrás do acusado.

Após encontra-lo em sua casa, colocaram Gelson dentro do porta malas do próprio carro e levaram para um lugar conhecido como Clube de Esqui, e com pedaços de pau começaram a agredi-lo. O acusado, que no momento havia se tornado vítima de tentativa de homicídio, foi socorrido e levado ao hospital São Lucas. Lá foi iniciado o inquérito para descobrir o motivo das agressões, quando diversas testemunhas contaram sobre o estupro.

Gelsom2Algumas testemunhas afirmam que Gelson é conhecido na região como ‘Jack Estuprador’. “Após os fatos, surgiram várias pessoas que diziam que esse cidadão , Gelson, sempre que faz uso de substancias entorpecentes, tenta realmente agredir fisicamente, ou se aproximar de mulheres e tenta manter relações sexuais forçadas com elas”, relata o delegado Lorenzo Pazolini titular da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) sobre o caso.

Após sair do hospital, no final de janeiro, Gelson fugiu para uma casa em Ponta da Fruta, onde foi preso por volta das 7 da manhã desta quinta-feira (10). Em seu depoimento, o acusado afirmou ter se escondido no balneário por medo de sofrer novas agressões.

O acusado nega o estupro e acredita que o vídeo apresentado pela jovem é uma montagem “Eu chamei ela, perguntei se ela queria ter relação, aí ela foi e saiu correndo. Mas eu não forcei nada, só perguntei”, cita Gelson. O homem já é réu por estupro e será encaminhado para a Penitenciária Estadual de Vila Velha (PEVV) – 5. Além disso ainda está em tramitação o inquérito por tentativa de homicídio onde ele é a vítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *