AS RAZÕES DO CONFLITO

A grande guerra  (também chamada a guerra para acabar com todas as guerras) foi, na verdade, a semente da II guerra mundial, pois as nações vencedoras haviam adotado  comportamento revanchista, especialmente a frança em relação à Alemanha.

Os vencidos, desgastados, sobrecarregados pelas indenizações e reparações devidas, não venciam seus problemas econômicos e sociais.Mesmo depois do armistício ter sido declarado em 11 de novembro de 1918, a s forças vitoriosas mantiveram bloqueio pelo país. Tal fato reduziu consideravelmente as importações e exportações o que dificultou muito a reconstrução da Alemanha.

O tratado de Versalhes em cujo ato de assinatura ( 28 de junho de 1919 )assinado em  somente os países vencedores puderam comparecer, estabelecia  cláusulas territoriais, cláusulas militares e cláusulas financeiras que deveriam ser cumpridas pelo país perdedor. Assim, a Alemanha perdeu um sétimo de seu território, colônias e seu exército. O golpe final na nação Alemã considerada  responsável pela guerra, foi o pagamento de reparações no total de 132 bilhões de marcos-ouro (moedas que  podiam ser trocadas por ouro).

No período que se seguiu entre as duas  guerras, houve uma certa atmosfera de prosperidade no qual ninguém imaginava ou desejava um novo conflito mundial. No entanto,  a partir se 1930, a situação internacional  entrou em nova fase de tensão, acabando com o otimismo europeu, pois a quebra da bolsa de Nova York em 1929, acentuou os nacionalismos, voltando a inquietação.

Em 1935, Hitler se aproveitando das questões internacionais, desrespeitava o tratado de Versalhes, reiniciando a produção de armamentos e restabelecendo o serviço militar obrigatório. Paralelo à isso, fez a aliança com a Itália fascista de Mussolini prestando ajuda econômica.

A escalada nazista
Os primeiros movimentos de Hitler no tabuleiro da guerra, que não demoraria à eclodir, seria levar avante seus objetivos expansionistas para dar à Alemanha o que ele chamava de  “espaço vital”.

Exigiu a região dos sudetos na Tchecoslováquia onde  havia uma minoria alemã. Posteriormente desmembrou o que restou daquele país;

Em 1939  Hitler incorporou a Boêmia e moldávia como protetorados e proclamou a Eslováquia  independente. Nesse mesmo ano foi dado o passo inicial para o início do conflito na medida em que exigia a devolução de parte do território polonês (o corredor de Dantzig).

Em 1º de setembro de 1939 a Alemanha invadiu a Polônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *